Get Adobe Flash player

Os nossos Bombeiros e.... a festa de 29 de Junho de 2013

sp1

Sem receio de parecer suspeito resolvi, antes de gozar uns dias de férias, escrever este pequeno artigo sobre os nossos bombeiros e a atitude assumida nas festas de S. Pedro deste ano.

Não sou novo nestas andanças e por vias disso nada destes festejos me devia surpreender; todavia, perante tanta disciplina dos elementos do Corpo de Bombeiros de Macedo de Cavaleiros expostos em parada, confesso que a minha admiração não teve limites e por vias disso quero aqui, neste local, prestar as minhas homenagens a estes valorosos soldados da paz que são o meu orgulho e de todos os macedenses.

Quem não gostou de ver o rigor disciplinado d’um comandante Joca, d’um recém promovido segundo comandante Rómulo, d’um primeiro adjunto Fernandes e d’um segundo adjunto Paulo? E que dizer do “Ajudante” Armando Fernandes que estoicamente aguentou, com uma disciplina militar de fazer inveja aos novos (já tem 70 anos) mais de duas horas perfilado? Penso que, os que assistiram a este evento, jamais esquecerão a sua qualidade e a maneira responsável como os intervenientes desempenharam o seu papel. 

sp2sp3

Muitos deles foram medalhados, uma referência muito especial ao “ajudante” Armando que recebeu as honrarias desta festa, outros promovidos e outros que não foram nem uma coisa nem outra, todos eles, com a vaidade própria de quem sente a farda que veste. A alegria estampada nos mais jovens pelo momento que viviam, para alguns um sonho transformado em realidade, comungava com a dignidade imposta pelos mais velhos que, tal como os jovens, estavam a viver a alegria da sua festa.

Não houve muitos discursos. O Sr. Presidente da Câmara, Engº Beraldino Pinto e o Presidente da Instituição, foram os únicos que dirigiram breves palavras de reconhecimento e de louvor aos nossos Bombeiros. Presentes estiveram altas individualidades; umas ligadas a Defesa Civil, outras nem por isso, mas todas sentindo o “peso” do momento. Aos nossos convidados, em nome de toda a direção, os nossos agradecimentos pela presença neste acto.

Ali sentados nos lugares de honra meditava sobre os acontecimentos que se desenrolavam á minha frente; esquecido das dores de cabeça da gestão financeira da Instituição, absorvido pela festa, naqueles breves momentos só pensava na honra e no orgulho que sentia em ser presidente desta “rapaziada”. ”os meus bombeiros” terão se Deus quiser, no próximo ano a continuidade da festa deste ano. Assim Deus nos ajude.

 

António Baptista

Pesquisar

Portal do Bombeiro

Visitantes

Hoje180
Ontem178
Semana1131
Mês2951
Total165296

O seu IP é: 54.159.64.172 Esta a utilizar Unknown - Unknown 24-09-2017

Quem está online
Guests : 14 guests online Members : No members online